NOTÍCIAS

Mais de 300.000 € no apoio à investigação

Mais de 300.000 € no apoio à investigação

A Fundação MAPFRE acaba de abrir a Convocatória para 2017, no âmbito das Ajudas à Investigação e da Bolsa Primitivo de Vega.

10 Ajudas à Investigação Ignacio H. de Larramendi

Com cerca de 2.000 ajudas atribuídas desde 1979 neste âmbito, a Fundação MAPFRE abre, em 2017, convocatória para 10 Ajudas à Investigação no valor total de 300.000 euros, com o objetivo de fornecer apoio financeiro à realização de projetos de investigação nas áreas da Promoção da Saúde e Seguro e Previdência Social:

  • De âmbito mundial, os projetos podem ser apresentados em Espanhol, Inglês e Português.
  • Destinam-se a investigadores ou equipas de investigação de âmbito académico e profissional que queiram desenvolver programas de investigação de forma independente ou inseridos em universidades, hospitais, empresas ou centros de investigação aos quais estejam ligados.
  • O montante máximo atribuído a cada Ajuda varia de acordo com a área de investigação escolhida:
    • Promoção da Saúde - 48.000 euros
    • Seguro e Previdência Social - 15.000 euros.
  • A inscrição é feita online, até 13 de outubro de 2017 (inclusive).
  • A investigação feita em Portugal também tem sido contemplada com estas Ajudas, como aconteceu na convocatória de 2016: Alfredo Egídio dos Santos (projeto CEMAPRE - área de Seguro e Previdência Social) e Sara Maria Pinho Ferreira (projeto SIESTA - área da Prevenção e Segurança Rodoviária).
  • Mais informações sobre a convocatória, documentação necessária, preenchimento de formulários de candidatura aqui.

1 Bolsa Primitivo de Vega

Há mais de 10 anos esta Bolsa dá, anualmente, apoio financeiro a um projeto científico na área de cuidados a pessoas idosas.

  • De âmbito mundial, o valor máximo global da bolsa a atribuir é de 15.000 euros.
  • A bolsa é concedida ao investigador principal do projeto como beneficiário do mesmo ou, a seu pedido, à instituição à qual estiver vinculado e onde a investigação estiver a ser efetuada, destinando-se exclusivamente para esse fim.
  • Os projetos devem estar relacionados com as seguintes áreas:
  • Instrumentos de classificação da dependência e dos utilizadores;
  • Programas de divulgação e sensibilização no cuidado a pessoas idosas;
  • Programas de promoção do envelhecimento ativo;
  • Inovações tecnológicas que favoreçam a independência, controlo, supervisão e garantia de cuidados a pessoas idosas.
  • A inscrição é feita online, até 20 de outubro de 2017 (inclusive).
  • Mais informações sobre a Bolsa e preenchimento de formulários de candidatura aqui.

Fonte: MAPFRE | Seguros