NOTÍCIAS

Fundación MAPFRE financia projeto de pesquisa pioneiro

Fundación MAPFRE financia projeto de pesquisa pioneiro

A presidente da Comunidade de Madrid, Cristina Cifuentes, e o presidente da MAPFRE, Antonio Huertas, participaram, na apresentação pública dos resultados desta terapia, que a Fundación MAPFRE apoia há 20 anos e na qual já investiu cerca de 1.500.000 euros.

A terapia, liderada pela equipa do neurocirurgião Dr. Jesús Vaquero (do Hospital Universitário Puerta de Hierro), consiste na implementação de células-tronco mesenquimais do próprio paciente no local exato da lesão medular. Os resultados obtidos após este primeiro ensaio, que começou em julho de 2013, são encorajadores. Em todos os casos, registou-se melhoria da sensibilidade e da espasticidade, ou rigidez muscular, melhoria do controlo do esfíncter em mais de 80% dos pacientes, melhoria da função sexual e da dor neuropática, bem como a recuperação das funções motoras em mais de 50% dos pacientes.

A Fundación MAPFRE, que apoiou mais de 800 projetos de pesquisa em todo o mundo, foi a primeira entidade a apostar firmemente neste trabalho contribuindo, desde o começo, para o financiamento dos estudos e ensaios clínicos que foram necessários e sido testemunha dos esforços e progressos alcançados.

A cerimónia também contou com a presença de SAR, da Infanta Elena e de Antonio Núñez, diretor de projetos e vice-presidente da Fundación MAPFRE, respetivamente. Antonio Huertas reafirmou o seu apoio ao projeto para os próximos anos e observou que "hoje se abre uma porta para a esperança de milhares de pessoas com lesões medulares no mundo inteiro". "Até agora", disse ele, "ninguém havia conseguido um resultado tão encorajador como o apresentado hoje".​