NOTÍCIAS

Como escolher o protetor solar

Como escolher o protetor solar

As recomendações dos especialistas para cuidar da pele, enquanto tomamos banhos de sol, são o de não expor sem qualquer cuidado, sem evitar as horas de maior calor, sem utilizar óculos de sol e sem aplicar creme protetor. Hoje vamo-nos centrar nesta última, para que, na hora de comprar, saiba qual a mais indicada para si, de acordo com as suas características cutâneas.

Contudo antes de sabermos como eleger, devemos saber que existem dois tipos de cremes solares, os que funcionam por absorção e os que atuam por reflexão. Os primeiros são os fotoprotetores químicos, que absorvem a luz solar mediante reações químicas. São os mais utilizados porque ao aplicá-los são facilmente absorvidos. Para estar amplamente protegidos, devemos certeficarmo-nos que indica que atua contra os raios UVB e UVA. Os segundos são os fotoprotetores físicos, ou seja, filtros ou ecrãs de refletem a luz solar como se fossem um espelho, que a "repelem". Ao aplicá-los sobre a pele fica como uma capa. Como atuam como um ecrã protegem de todas as radiações. Por isso, e porque produzem menos alergias que os fotoprotectores químicos, estão mais indicados para as crianças.

Para escolher o bronzeador há que ter em conta duas coisas: o tipo de pele e o fototipo. As pessoas com um fototipo I caracterizam-se por ter os olhos e pele muito branca, que nunca se pigmentam e apresentam graves queimaduras solares, se não se protegerem. Por isso, devem utilizar cremes solares com uma proteção solar muito alta, FPS de 50+. No extremo oposto, quem tem um fototipo VI  nunca se queima e pigmenta-se muito.

Também devemos ter em conta as necessidades de cada tipo de pele. Por exemplo, no caso de uma pele sensível é necessário um creme sem perfumes, hipoalérgico, etc. No caso de se ter  tendência para manchas, deve-se optar por um creme que proteja estes casos. Também existem cremes especiais para o acne, a alergia ao sol, entre outros problemas cutâneos. O melhor é consultar um dermatologista.

O SPF (Sun Protection Factor) ou Fator de Proteção Solar indica quanto tempo a mais podemos estar expostos ao sol. "Se a sua pele sem proteção levar 20 minutos para começar a ficar encarnada, ao utilizar um protetor solar com um SPF de 15 previne teoricamente o vermelhidão até 15 vezes mais, cerca de cinco horas”, explica a Skin Cancer Foundation. Quanto mais clara é a pele da pessoas, maior deve ser o fator de proteção que necessita.

Independentemente do creme solar que utilize, recorde que deve espalhá-lo por todo o corpo pelo menos 30 minutos antes da exposição solar. E não se esqueça de o repor a cada 2 horas.

Fonte: Blog MAPFRE